Minha primeira compra de um jogo original! =x

novembro 30, 2010

Por Lucas

Sim, estou tomando vergonha na cara.  Hahaha.

 


Hahahahaha!

setembro 11, 2008

Só pra não deixar meu amigo Chrono sozinho…
Vamos atualizar isso aqui, certo?
E nada melhor que um vídeozinho!

Esse é um comercial feito pelo criador de Family Guy.
Muito bom!


Speedruns

agosto 31, 2008

Olá pessoal, como vão?
Depois de um longo tempo sem postar, volto neste domingo a tarde onde não tenho nada para fazer =D
O assunto de hoje pode ser considerado um “parte 2” do post “Get a life”, sendo focado nos Speedruns.
Para começar, o que são os Speedruns? Nos speedruns o objetivo é terminar o jogo no menor tempo possível. Não importa se você perde vida, apanha, o caminho que faz, o que importa é terminar. Claro que o vídeo fica muito mais bonito quando você é impecável no jogo, mas nem sempre esse é o caminho mais rápido.
Normalmente são utilizadas ferramentas em emuladores que diminuem a velocidade do jogo. Assim, consegue-se encontrar falhas, realizar saltos perfeitos, dar tiros precisos, entre outros.

Acredito que o primeiro vídeo que vi de speedrun foi de Super Mario Bros. 3, onde acabavam o jogo em 10 min. Era absurdo! Impossível! Mas, vejam por vocês mesmos:

Agora vem a parte do Get a Life. Imaginem o tempo que esse jogador levou para isso! Além disso, alguém já tentou jogar com emulador devagar? MUITO difícil.

Mas, esse vídeo é apenas aquecimento.
Acredito que quase todos aqui devem ter jogado Megaman, certo? Aquele jogo de mãe na zona do robozinho viado de cuequinha. E bota jogo de mãe na zona nisso. Os pulos devem ser certeiros, vários inimigos ao mesmo tempo, espinhos, e etc. Então, agora lhes mostro o segundo speedrun que eu assisti:

(Colocarei aqui apenas a parte 1. O resto vejam no youtube!)

MEGAMAN 2 EM MEIA HORA! Como isso? Em meia hora eu consigo apenas matar os 8 robôs… e isso porque jogo este jogo desde os meus 5 anos.
Mas estou colocando apenas os simples. Querem ver algo complexo mesmo?

Megaman x, x2 e x3, todos terminados ao mesmo tempo. Se não me engano, sem perder vida. E o tempo total é um pouco maior que 40 min.
E, ainda pior (mas não estou encontrando o vídeo), Megaman 1, 2, 3 e 4 ao mesmo tempo também.

E que tal, Super Metroid em 1 hora?

E por aí vai. Pode-se encontrar speedruns para quase qualquer jogo por aí.
Eu mesmo gosto de tentar fazer alguns também. Alguns que já consegui, mas não gravei, foram Super Mario World em pouco menos de 14 min e Megaman X em 57 min (sem perder vida em nenhum dos dois, claro =D).

Recomendo também a quem está lendo o post, a tentar fazer alguns. Dá para gastar algumas horinhas de diversão!

E, caso tente um speedrun e grave, mande o vídeo para a gente =D


Nintendo entra no ramo de jogos adultos

junho 21, 2008

Tendo em vista o sempre crescente mercado adulto, a Nintendo resolveu entrar de cabeça nele. Com o sucesso do Playboy Channel (http://assopreafita.wordpress.com/2008/03/17/nintendo-anuncia-o-playboy-channel/) para o Wii, a empresa começa com uma nova abordagem sobre o assunto.
Tentando mudar a imagem do console de “videogame para crianças”, foi anunciado essa semana o lançamento de um jogo adulto, “Star Cocks”, em referência ao popular “Star Fox”.
“Queremos alcançar um novo público”, disse Satoshi Takano, diretor de criação da Nintendo. “Com o lançamento de Star Cocks, estaremos começando uma nova linha de jogos, refazendo os maiores clássicos da Nintendo, mas com tema adulto. Já estamos com planos para o lançamento das maiores séries da nintendo, como Metroid, Zelda e um novo Mario Bros”, completa.

Sobre Star Cocks, as naves foram todas redesenhadas, tendo agora o formato de órgãos sexuais. A jogabilidade promete utilizar bem as funções de movimentação do wiimote, com movimentos novos nunca vistos antes em um jogo.
Foi liberada uma arte do jogo, que deve agradar aos fãs.

Existem também rumores sobre um novo acessório, que será colocado na cintura, porém, nada está confirmado sobre isso.
Assim que tivermos mais informações sobre o jogo, eu posto aqui no blog =D
Fiquem de olho.


Top 5 – Jogos de atari que mereciam um remake na nova geração ou nos portáteis

junho 12, 2008

Olá pessoas.
Estava hoje conversando com uns amigos da facul e surgiu um papo sobre jogos de atari. É, somos velhos, problema?
Daí eu comecei a pensar nos jogos, e quais poderiam (e deveriam) ser refeitos hoje em dia. Além disso, vou falar um pouco sobre eles (bem pouco, afinal, atari não se tem muito o que falar).
Tá, acho que o título já apresenta o post, então vamos ao top.
E que tudo se exploda.

5 – Keystone Capers
Alguém aí lembra daquele “polícia pega ladrão”?
Pois bem, você é (aparentemente) um policial, em um cenário enorme, com 4 andares. Tem um carinha que é (aparentemente) um ladrão, e tah fugindo de você. Seu objetivo é pegar o ladrão sem encostar nos obstáculos. Simples e legau pa cagamba.
Os obstáculos são os mais engraçados… Uma cobra no meio do caminho, uns trecos que não faço idéia do que são e o melhor… CARRINHOS DE SUPERMERCADO DESGOVERNADOS!
Com certeza merecia um remake 3D em primeira pessoa…
ou não.

Policia pega ladrao!

4 – River Raid
Esse jogo foi uma evolução do atari.
Imagina um jogo de nave que você tem que destruir pontes, naves inimigas e ainda ficar de olho no combustível… E sempre tem uns “postinhos aéreos” no ar onde vc abastece seu avião.
Clássico incontestável.

Aviaozinho vruuuuuuum

3 – H.E.R.O.
Outro daqueles que todos conhecem.
Seu herói é um carinha que usa um “helicóptero” nas costas pra poder voar um pouco, usa dinamites para estourar paredes e um laser para matar inimigos.
O jogo, é cheio dos labirintos, inimigos no meio, e etc.
Difícil de doer, digamos de passagem. Mãe na zona total.

Heroizinho idiota

2 – Bobby is going home
Esse jogo saiu aqui no Brasil como “Chapeuzinho vermelho”.
(Momento piadinha infame: alguém sabe por que o elefante usa óculos vermelhos? Para VERMELHOr. Ha Ha)
O jogo é basicamente sobre um menino (tá mais para um duende) que tá indo pra casa (deve tá voltando de uma zona, ou do bar, sei lá). Você deve guiá-lo sem encostar nas borboletas assassinas, pássaros possuídos e sem cair nas pontes que abrem sozinhas.
É um jogo bizarro e divertido com uma musiquinha legal.

1 – Esconde esconde
Darei um simples motivo para este: nunca vi outro jogo de esconde esconde além deste de atari.
Você jogava contra um segundo jogador. Um dos dois fechava os olhos, o outro se escondia e depois ia procurar.
O legal eram os lugares para se esconder… Debaixo do sofá, atrás da casa… E o jogo era todo obscuro, acontecia de noite… dava aquele medo de survival horror. O nome do jogo: Seek n peek.

Pois bem, essa foi uma lista simples com os jogos que me vieram à cabeça. Qualquer hora acho que farei outro desses =D

Edit: Agradecimento ao leitor Bocao, que me deu os nomes dos últimos dois jogos. Assim deu pra encontrar imagens deles =D


*Sing* Halo… to ligando pra saber como você está…

junho 3, 2008

Olá, enfermeira!

Bom, eu ando meio ausente e esse blog que vai acabar criando teias devido a falta de dedicação dos usuários. Tenho vergonha disso, juro, porém a minha preguiça junta com a minha força de vontade e sei lá… quando começo a escrever, a vontade logo passa… ahahah!

Eu nunca fui lá muito fã de FPS, e talvez por isso talvez, nunca acreditei que Halo pudesse ser bom ou algo perto disso. Minhas experiências com FPSs se resumiam em Doom 2 e Heretic pra PC e Quake III Arena  pro DreamCast e talvez algo mais que me foge à memória no momento.

Então, uma das minhas ultimas aquisições, foi Halo: Combat Envolved pra PC mesmo e cara, que jogo!

Aquela frase logo de início, já diz tudo! – Game Experience May Change During Online Play – Foda-se todo aquele meu discurso posts atrás. Jogar online é MUITO bom. Porra!

O jogo em sí é ótimo, pra me familiarizar com os movimentos/armas/veículos eu me vidrei no SinglePlayer. Levei uma surra por ter escolhido de cara o modo Legendary mas isso só me fez gostar mais ainda do jogo.

O online é simplesmente fantástico. A minha vontade de adquirir um XBox360 quadruplicaram com esse multiplayer. A sede por sangue e vontade de ver corpos voarem com uma granada grudada na bunda só aumentou depois de jogar isso.

E porra… como pode ser tão divertido!? É só um FPS.  Heh! =)


Get a life, man

maio 22, 2008

Estava eu, segunda-feira a noite, deitado na frente do computador, descansando após um longo dia, quando o Youta me manda um vídeo de Youtube. Na hora já fiquei com medo, pois, se ele estava me mandando o vídeo, coisa boa e normal não era.
Mas quando abri aquela droga, me impressionei e me senti obrigado a postar sobre isso. E começarei com um comentário: Japonês é louco.
Só pode. Não existe outra explicação.
Veja o vídeo abaixo e vai entender do que falo.

E então, concorda?
Se ainda não concorda, vamos a alguns fatos.
Primeiro, o tempo que esse anormal levou para fazer isso. Montar as fases de modo que os sons batam com as músicas, depois editar velocidade, som de fundo. Doente.
Segundo, o formato da fase. É uma fase difícil de jogar, obviamente. E dá para perceber que não é automático. O cara tem que ter demorado para conseguir passar e fazer tudo no tempo certo.
Terceiro, as músicas. Tem músicas de anime (eu, que não conheço tantas assim, reconheci Haruhi e Digimon, que eu me lembre) e de jogos (Megaman 2, Final Fantasy e Mario World, pelo menos). Isso nos leva a um outro ponto. O cara não tem vida.

Certo, o tópico seria sobre Mario, mas já que estamos falando de vídeos absurdos, vou colocar outro vídeo bom para falar mal.

Acredito que alguns dos visitantes do blog já devem ter assistido aquele anime BIZARRO chamado Haruhi. O encerramento dele, na minha opnião, é demais. Muito bom mesmo. A movimentação, a dança, a música. Tudo encaixa. Verifique:

Daí vem um idiota lifeless e me faz um vídeo desses. Certo, o vídeo ficou legal, bem parecido e tals, mas… GET A LIFE, MAN. Arruma um trabalho, estuda, faz algo de útil da vida. Mas não, fica aí fazendo videozinhos idiotas pro vocetubo ¬¬

Agora, só para terminar, um último vídeo de prova de falta de vida dos nerds atuais.

Eu já vi a música do super Mario tocada de todo jeito possível. Tocada com a mão, orquestra, cantada, e etc etc etc. Mas nunca (veja bem, NUNCA) imaginei ser possível alguém realizar a proeza de tocar com um carrinho de controle remoto e garrafas. NUNCA.
Não sei se elogio ou xingo. O trabalho do cara foi bom, certo. Mas… GET A LIFE, MAN!
Coisa absurda.
AAAAAAAHHHHHHHHHHHHHH


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.