Caderneta de gamer & blog de geólogo

(ou “projeto de geólogo”)

Por Lucas.

Depois do puxão de orelha da Cindy (que sem querer, fez o blog inteiro ressurgir das cinzas) vi que realmente não escrevo aqui há quase uma vida, e por menos que tenha sobre o que discorrer, sinto-me motivado para tal. Ando um tanto desligado do mundo dos blogs por umas tantas razões. Uma delas (e talvez a principal) é que eu sou preguiçoso demais e desmotivado por natureza. Não tive vontade de sentar na cadeira e digitar – nem mesmo as minhas saudosas lembranças do Dreamcast que morreu me deram razão pra isso. E olha que escrever é uma das coisas que mais gosto de fazer. Ou gostava, sei lá. Preguiça mata mesmo – a Mona que o diga.

O negócio é que entre rochas que se movem sozinhas, Eixos Cristalográficos e Forró Universitário, o tempo que dedico aos jogos e às questões a que eles remetem diminuiu – outra desculpa comum, eu sei, mas é que eu adoro dizer que estou na UFPR estudando Geologia. HAHAHAHAH!😀

Porque eu já sabia mesmo. =P Tá, não me batam! ._.”

Enfim, a animação do calouro aqui é essa: a felicidade em ter feito a melhor escolha que podia e o orgulho que sinto em estudar (além de participar de outras coisas) na federal. É até engraçado e alguns de vocês podem achar isso bobo, mas não faz mal. Estou tão animado com a Geologia que pensei até em criar um “blog geológico”! Ele tinha nome e tudo: ia se chamar “Caderneta de campo” – item quase tão indispensável quanto um martelo de prospecção e nome que tem tudo a ver (ao menos pra mim) – só que quando me sentei na frente do computador pra começar o blog, olhei pro meu Fotolog, pro Nyah! Fanfiction e pro Station Square. Depois, olhei pras traças e teias de aranha e broxei novamente – não queria outro site pra abandonar. Planejava levá-lo até o fim do curso ou depois, mas… é um curso de sete cinco anos, sabe… fora que um pobre calouro não tem muito sobre o que discorrer… blá, blá, blá… e os fantasmas foram aparecendo e buzinando no meu ouvido. Desisti. ._.’

Isso não quer dizer que eu esteja menos animado com o curso, não! O Fotolog faz bem as vezes de um blog pessoal e posso pôr nele o que eu quiser – inclusive informações geológicas. =)

Fora que eu não tenho escrito coisa nenhuma quase nada recentemente também por causa da ausência de computador na minha “casa” de Curitiba. Tudo o que eu tenho lá além do básico é uma TV com Super Nintendo. Nem antena ela tem! Na verdade, fiz questão de não levar antena, mas agora sinto falta. É foda não ter muito com o que se distrair em casa. Pelo menos, pela primeira vez na vida estou estudando. =)

Por falar em Super Nintendo, vamos, por fim, falar sobre o motivo deste blog existir: jogos eletrônicos. Como disse antes, tenho tido menos chances de curtir uns bons joguinhos, mas isso não quer dizer que eu não tenha jogado nada. Aos jogos! Comentários rápidos, apenas. ._.

Super Smash Bros. Brawl é a coisa mais legal que adquiri recentemente! É um tesão de Multiplayer, puta que o pariu!
Já o Mario Kart Wii achei meio chato; o Multiplayer pra mim foi decepcionante; senti-me como se tivesse jogando o Mario Kart 64 no Wii com aquela tela dividida em quatro de tão feio que o jogo fica… e a poluição sonora é insuportável, com quatro telas fazendo barulhos bizarros (a tela não faz barulho, mas vocês entenderam =P). Mas curti o Single Player e controlar em “estilo volante”. Hehehehe!

Um que poderia fazer parte do “Jogos de quem tem a mãe na Zona” do Chrono é o Trauma Center: New Blood. É muito bom, mas vai ficando MUITO difícil conforme os episódios vão passando… tô empacado em um estágio em que eu tenho que completar três cirurgias de Stigma (uma patologia que inventaram no jogo) seguidas, e se você perde um paciênte, tem que voltar ao começo. É desanimador quando você sua grosso pra salvar os dois primeiros e deixa o terceiro morrer, viu… e olha que eu só parei cinco segundos pra respirar! Sem contar que pra chegar onde estou, passei por umas cirurgias cabulosas… mas é muito bom o jogo. Juro que um dia eu o finalizo. =)

Já falei o quanto gostei de No More Heroes? Pra mim ele foi a maior revelação (eu disse revelação!) dentre todos os jogos lançados pro Wii até agora. Já terminei o jogo e estou terminando pela segunda vez, na dificuldade Bitter (ou Hard =P), e continuo dando risada a cada chefe que aparece. a partir do ponto em que você começa a achar o game repetitivo, as fases mudam COMPLETAMENTE de estilo, fazendo você se perguntar como será a próxima… e toda vez que chego num chefe novo dá aquela sensação de “pô, por que não tem ninguém pra ver isso agora?”. Os chefes são o melhor do jogo. Poucos jogos têm personagens com tanta, ahn… personalidade quanto No More Heroes. Sério.

Enfim, o que tenho para falar de games é isso… pra finalizar, um vídeo com um puta spoiler de NMH (antes do último/penúltimo chefe, dependendo do final que você for fazer). Abraços!

PS: quem quiser quebrar um pouco a cuca, olhe praquela foto da rocha no deserto (Death Valley Mystery) e tente descobrir como ela foi parar ali. Quem acertar, ganha um doce. =D

4 respostas para Caderneta de gamer & blog de geólogo

  1. carol-jp disse:

    Geologia é legal!! Tive algumas matérias ligadas a isso, me identifiquei bastante com o assunto, poderia ter escolhido isso antes hahaha. Mas enfim, to sem pique pra terminar a minha facul quem dirá começar outra xD

    É a gente começa a estudar… trabalhar… e a vida fica corrida que nem tempo (e muitas vezes paciência) a gente tem pra atualizar os sites pessoais… meu fotolog ainda meio parado também…

    Eu tenho que jogar mais Smash!! Nem os personagens todos eu abri ainda…
    To precisando de férias pra fazer isso xD
    O meu Mario Kart só chega daqui a uns dias^^
    Trauma Center New Blood não cheguei a jogar…
    Joguei um pouco o Second Opinion e o Under Knife do ds eu empaquei no último capítulo -_-, um dia em que eu estiver iluminada quem sabe eu termino…

    Acho que essa “pedra” aí simplesmente deslizou com ação dos ventos, hahaha.
    O pedra foi só pra implicar já que geólogos odeiam que a gente chame rocha de pedra xD

  2. miwi disse:

    Eu juro que fiquei olhando para a foto e pensando, pensando… e não cheguei a conclusão nenhuma!

    Conta prá gente como isso aconteceu, p’sor xD

    Aliás, adorei ter dado um “empurrãozinho” para vocês ressuscitarem esse blog! xD Por incrível que pareça, você está jogando mais videogame do que euo_O e vendo o blog do Rodrigo, eu desconfio que nós todos estamos na mesma fase “a vida chama, menos tempo para jogar”… xD

    Sabe que eu adorei a idéia do blog sobre geologia? Seilá, tenta escrever alguns textos, se você conseguir escrever alguns numa dessa vc se empolga e começa um xD Eu gostei tanto da idéia que estou pensando em fazer um sobre a minha faculdade mas, não sei ainda… xD bate aquela preguiça de começar…

  3. […] Jump to Comments Olá, eu estava dando uma lida no Station Square, mais especificamente neste post do Lucas, e eu acabei gostando da idéia dele de fazer um blog sobre o curso de Geologia e […]

  4. Youta disse:

    Estamos todos na mesma e olha que eu nem tenho videogame!
    Saudades de ti, Bolt. Temo que nos juntar de novo pra fazer algo…

    Mas então, eu acho que as pedras se moveram com chuva e vento. A chuva deixa elas escorregadias e o vento empurra. Quem sabe que raio de tempestade dá numa área dessas? =p

    E depois de uma pesquisinha básica no google descobri que o lugar é frio pra cacete e congela. As pedras foram levadas pelo vento mesmo, junto com uma camada fina de gelo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: