Clássicos do Dreamcast na nova geração – Parte Um.

Freqüentemente, mesmo com o Wii ligado aqui na tevê e o NullDC funcionando razoavelmente bem, tenho vontade de ligar o meu Dreamcast e passar umas boas horas curtindo um Shenmue, um Skies, um Bomberman Online, um Virtua Tennis ou um Sonic Adventure como nos velhos tempos. Ah! Nada como o bom e velho Sega Dreamcast.
Então vem a decepção: ele não mais funciona.:/

Depois de inúmeros consertos e gambiarras e uma ferrenha luta contra a morte, meu velho companheiro tombou.

Então vem o meu querido Wii, que tenta suprir a falta que os games do Dreamcast me fazem. Percebo que não adianta. O Wii é demais, é genial e tudo… mas certos jogos do DC têm um lugar especial no coração de todos os que foram seus donos um dia. E, bem, a saudade bate, e apesar das novas gerações e tudo o mais tem-se sempre aquela vontade de retornar a um mundo que tanto entreteve no passado (coisa que o sucesso do Virtual Console e dos emuladores tá aí pra provar).

Portanto, pra mim, acho que uma das melhores coisas que se pode fazer são versões dos clássicos da geração Dreamcast para os novos consoles. Ports (melhorados, obviamente) ou novas versões, o que quer que sejam, dariam a todos a oportunidade de conferir games que, apesar de excelentes, passaram batidos pela maioria dos jogadores. Sim, já vi muita gente por aí que nunca nem viu um “DrimQuest” ao vivo. =P

Série Power Stone, da Capcom.
Que já saiu pro PSP, por sinal. Game de luta da Capcom e seu primeiro trabalho no Dreamcast. São vários personagens em uma arena de luta 3d completamente interativa, com itens e armadilhas.
O objetivo é conseguir as três “Power Stones” para assumir a segunda forma do personagem, quase indestrutível com suas magias e golpes especiais. Quando o tempo de transformação acaba, as três pedras retornam ao cenário e a busca continua… O 2 é uma suruba multiplayer desenfreada! Ótimo! HAHAHAH

Esse pode ser multiplataforma e online, já que o sensor de movimento do Wii não vai ter muita serventia aqui.

Illbleed, da Crazy Games.
Esse Survival Horror da mesma produtora de Blue Stinger eu acredito que poucos tenham tido a chance de jogar. Você é uma garota tentando salvar seus amigos num parque de diversões de terror trash. Sim, o jogo é TRASH! E é ANIMAL! Espere sangue pra todos os lados, monstros pra lá de feios… enfim.
Você tem basicamente em seu poder um Horror Monitor (e, dependendo da fase, algo pra usar de arma), que serve pra desabilitar as armadilhas que você encontra pelo caminho seguindo a orientação dos seus sentidos. Por exemplo, se a audição começa a “pulsar”, significa que tem uma armadilha com barulho por perto… aí você direciona o horror monitor pro telefone, por exemplo, e aperta o botão. Nesse caso, quando chegar perto dele, nada acontece, mas se você cair na armadilha, acontece alguma animação e você reage conforme a ela. Por exemplo, se estoura uma lâmpada perto do personagem, ele só toma um susto e os batimentos cardíacos aumentam.
Essa é outra grande sacada do game, você pode morrer de várias formas: por hemorragia (se cair em muitas armadilhas que machucam ou apanhar muito dos inimigos e sair correndo e pingando sangue, por exemplo), por taquicardia e parada cardíaca, ou acabando o HP mesmo. Aí você tem que ir controlando… se os seus batimentos estão muito altos, você vai andando devagar… e por aí vai. Excelente.

No Wii seria muito bem-vindo. O Speaker do Wiimote poderia denunciar algumas armadilhas…

Chu Chu Rocket, da Sega.
O primeiro Multiplayer Online do Dreamcast é um puzzle realmente diferente e bem sacado: ratos e gatos andam pra lá e pra cá em um cenário que parece um tabuleiro de xadrez. Você põe setinhas no chão para determinar a direção que os ratos e gatos tomam.
O objetivo é colocar os ratinhos dentro dos seus foguetes e os gatos longe destes; ou nos foguetes dos adversários. ;D
Parece bobo, mas quem já jogou o multiplayer (Offline mesmo!) tem idéia do quão divertido é. Demais!

Digo que esse jogo ficaria PERFEITO no DS. Concordam?

Enfim, esta foi a parte I da sessão Dreamcast na nova geração. Até a próxima! ;D

6 respostas para Clássicos do Dreamcast na nova geração – Parte Um.

  1. Youta disse:

    Cara, Power Stone é perfeito. Ainda lembro quando ia no fliperama do shopping só pra jogar os “lançamentos” HAHAHAHA
    Foi bem na época que saiu Soul Calibur e Power Stone, aí fizeram umas versões improvisadas pra fliperama.

    Chu Chu Rocket até onde eu sei, tem uma versão pra GBA e pra algum outro console que não lembro. Não duvido que saia pra NDS logo logo =D

  2. Sardo disse:

    Pois é..
    O Illblead eu não cheguei a jogar, apesar de o game ser meu… HAHAHHAHA!😄
    E o ChuChu Rocket não foi legal, tu não me deixava jogar! =P
    HAHAHAH ChuCHu esteve no GBA~, não? Definitivamente no DS seria uma boa.

  3. Cindy disse:

    Nunca tinha ouvido falar nesse Illbleed, mas me pareceu realmente… interessante. Poderiam dar uma olhada nele e se inspirarem, ein? x)

  4. Cindy disse:

    btw, o que importa é que teremos Samba de Amigo no Wii, hahahahaha xD
    E teve Skies of Arcadia no GC \o/

  5. Arthas disse:

    Ahem \o\
    Eu que “descobri” como jogava Illbleed, antes disso a gente nem dava bola xD
    (fui o único com paciência de procurar na net)
    mas a gente descobriu coisa boa daí..
    Power stone, me lembra de um dia que a gente dizia “mata o branco”, entre outras diversões..
    e Chu Chu… nossa… muita putaria… teve no GBA sim… e jogar com a caneta seria no mínimo.. interessante? =P
    bom… o Dreamcast não mereceu morrer desse jeito, tanto que tem gente que fez jogo nele até nesse ano o.O
    DC = Highlander?

  6. Sensacional a idéia do post. Dreamcast é um dos consoles mais bacanas já criados: os fios eram enormes, dava pra joga online com net discada, ele vinha com vários recursos extras e a SEGA tinha um puta respeito com quem comprava. Ao contrario da Sony que quase até hoje era a unica que ainda vendia console com duas entradas para controle para forçar vc comprar o multitap.

    Enfim, conheço pouco dos jogos de DC, mas acho que nessa lista não pode faltar Shenmue, é claro. Acho que isso fica para uma outra parte, hehe.

    Abraços

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: