Você lembra? Gunstar Heroes.

Este que vos fala, inaugura uma nova seção deste humilde blog: a “Você lembra?” Jogos que foram dignos de causar muitos calos nos dedos e muitas tardes em frente à tv. Enfim, comecemos!

Os jogos mais recentes têm sido muito valorizados por alguns fatores não tão presentes nos jogos mais antigos: Imersão e euforia causados por um jogo.

Gunstar Heroes

Hoje vou falar sobre Gunstar Heroes, um side-scrolling shooter lançado em 1993 pela Treasure Co. para o Sega Genesis, ou Mega Drive. É um jogo que conseguiu quebrar as barreiras da limitação presente nos jogos da era 16-bits, principalmente pela variedade de movimentos, apesar da simplicidade do controle. Atirar com duas armas, entre seus quatro tipos (Elétrico, Bolas de fogo, Chama direcionada e o famoso “tiro seguidor”, todos equilibrados, com suas vantagens e desvantagens), combiná-las em até 16 alternativas diferentes, socar, chutar, se pendurar em vários lugares, dar impulso em paredes, jogar os inimigos e objetos contra os outros, enfim, muita coisa. No início do jogo, você escolhe entre dois personagens, sendo um Fixed-Shot, onde você para ao começar a atirar e o Free-Shot, que atira enquanto se movimenta.

Abertura

A história é simples, o planeta Gunstar-9, onde o jogo se passa, há muito havia sido atacado por Golden Silver, um andróide com sede de destruição que se alimentava da energia dos planetas. Professor White foi o responsável pela salvação do planeta, depois de extrair as 4 Mystical Gems do andróide e aprisioná-las em uma das luas de Gunstar-9.

Anos depois, o ditador Smash Daisaku descobriu a localização das 4 gemas e tomou controle da mente do até então lider dos Gunstars (Green) e conseguiu recuperar as 4 gemas, dividindo-as para cada um de seus oficiais, além de fazer os droids trabalhadores do planeta se tornarem hostis. Seu objetivo era ter o controle de Golden Silver para se tornar soberano do universo.

A partir daí, é possível escolher quatro missões: Subir numa fortaleza flutuante em decolagem, proteger uma vila que está sendo atacada na floresta, percorrer os trilhos de uma mina subterrânea e passar por um labirinto cheio de mini-desafios. Cada missão com o objetivo de recuperar a gema com os oficiais de Smash Daisaku.

O ritmo do jogo é empolgante e as fases mudam bastante de uma para outra, seja lutar contra um comandante brutamontes nas asas de uma aeronave em pleno vôo, jogar dados para chegar ao fim de um labirinto lotado de desafios ou lutar contra vários inimigos enquanto desliza por uma encosta. As fases são desafiantes e, principalmente no labirinto, você vai querer repetir alguns mini-games (meu favorito é o de combate sem armas) ou jogar mais de uma vez a batalha contra Orange.

O jogo teve uma sequência para Gameboy Advance, mas não é tão envolvente quanto o original, apesar de ser bastante divertido.
E se você nunca jogou, já pro mega drive! Eu sei que é difícil encontrar um console desses ainda, então se você não se importa em emluar jogos por sua própria responsabilidade, divirta-se no Planet Emu com Gunstar Heroes e o Gens para rodar.

E aqui, encerro o “Você lembra?” de hoje. Até mais!

8 respostas para Você lembra? Gunstar Heroes.

  1. Sardo disse:

    Cara, o jogo é bom. Putz!
    Pena que não pude curtir nos meus tempos de MegaDrive, e sim, anos depois apenas em emulação no meu tão adorado DreamCast. Que descance em paz.

    Muito bom, parabéns.

  2. Lucas disse:

    Meu, esse jogo é bom pra caralho!
    Eu curti no emulador mesmo, mas tá valendo!

    A Treasure tem muitos jogos bons…

    E eu não sabia que tinha saído uma seqüência pra GBA!😄

  3. Wow, ótimo post ^^^

    Realmente Gunstar Heroes (que perdeu sia sigla GH para Guitar Hero) é um baita de um jogo divertido. Eu não jogava mto na epoca pq nunca tive um Mega Drive, mas na casa do meu primo eu sempre jogava ^^hehe

    Abraços!

  4. Gaiden disse:

    \o/
    cara, eu nunca joguei isso @_@ vou ter que emular!! pqp
    esse blog ta ficando tesão, parabens!

  5. Arthas disse:

    Então.. eu tinha um mega \o/
    Alugava esse jogo direto e zerava sempre ;~
    Dois defeitos só: muito curto, história do final muito clichê MESMO!
    Ë um must play pra todo mundo…

  6. Eu Lembro! Oh se lembro! Esses dias estava eu e o Leonardo (um grande amigo) jogando Gunstar Heroes pelo Kaillera. Fizemos todas as fases, menos aquele labirinto maldito! Aquele anão maldito! Aquela luta sem armas maldita!

    Abraços…

  7. Youta disse:

    HAHAHAHA
    Nossa, Gunstar Heroes pelo Kaillera =~
    Acho que vou baixar pra jogar com alguém =D
    E nossa, adoro a luta sem armas, só o chefão-anão que é um saco mesmo…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: